Em atendimento à legislação eleitoral, alguns conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.

O que você procura?

De acordo com os registros da Hospedaria de Imigrantes do Brás, a maior parte das pessoas abrigadas no edifício nasceu no Brasil! Assim sendo, do final do século XIX até o encerramento das atividades (na década de 1970), a instituição recebeu brasileiros em diversas condições: alunos, desalojados, desamparados, enfermos, migrantes, presos políticos, professores e mais.

A partir dessa abordagem, o #MuseudaImigração lança, hoje, a exposição virtual "Brasileiros na Hospedaria", que apresenta aspectos da história sob esse ponto de vista, no Google Arts & Culture.

Tendo como base o Acervo Digital, em especial as coleções cartográfica e iconográfica, a mostra explora as rotas dos migrantes nacionais em direção a São Paulo, os números dos fluxos migratórios, os serviços oferecidos na Hospedaria para essa população, entre outros.

Governo do Estado de SP